Ex-presidente Lula acreditava que Moro não iria aceitar seu inquérito

O ex-presidente Lula se reuniu com líderes políticos e sindicais, de movimentos sociais e outras personalidades políticas para uma coletiva à imprensa nesta quinta-feira, 13/07.

Foto: Reprodução de Vídeo / Seu Jornal
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Gleisi Hoffmann (presidenta do PT) iniciou agradecendo os representantes dos partidos PCDB e PDT além das manifestações de outros partidos políticos. Ela disse que se sente indignada pela sentença de condenação aplicada por Juiz Sergio Moro, ao ex-presidente, e que Moro estaria refém do discurso que fez e da entrega que prometeu a mídia. A condenação já era esperada e que carece de provas.

Lula iniciou a coletiva dizendo que não queria falar com a imprensa ontem (12/07), quando recebeu a notícia da condenação, pois tinha um compromisso muito importante: de ver o Corinthians derrotar o Palmeiras, querendo demonstrar que não estaria preocupado com esta batalha jurídica e política.

Após agradecer os apoiadores, citou um artigo publicado no dia 18 de outubro de 2016 pela Tendência de Debate da Folha, escrito por ele, dizendo que já previa a condenação.

Meus acusadores sabem que não roubei, não fui corrompido, nem tentei obstruir a justiça. Mas não podem admitir, não podem recuar depois de um massacre que promoveram na mídia. Tornaram-se prisioneiros das mentiras que criaram. Na maioria das vezes a partir de reportagens facciosas e mal apuradas. Estão condenados a me condenar, e devem avaliar que se não me prenderem serão eles os desmoralizados perante a opinião pública. Tendo compreender essa caçada como parte da disputa política, muito embora seja um método repugnante de luta, não é o Lula que pretendem condenar, é o projeto político que representa junto com milhões de brasileiros, na tentativa de destruir uma corrente de pensamento estão destruindo os fundamentos da democracia no nosso pais. E necessário frisar que nós do PT sempre apoiamos a investigação, o julgamento e a punição de quem desvia dinheiro do povo. Não é uma afirmação retórica, nós combatemos a corrupção na prática“, concluiu a leitura do artigo.

Gleisi Hoffmann (presidenta do PT) e Lula – Foto: Reprodução de Vídeo / Seu Jornal

Quando abordou o assunto do caso Triplex, Lula disse que o inquérito iniciou com a mentira publicada pelo Jornal O Globo, que a Policia Federal mentiu a respeito deste processo e o Ministério Público (MP) aceitou o inquérito. Depois o MP preparou a denúncia e anunciou a acusação para a imprensa que passou a divulgar fartamente sobre o caso.

Lula disse ainda que acreditava que o Juiz Sergio Moro iria recusar o inquérito, o que seria sua garantia da absolvição, deixando a entender que se houvesse o aceite de Moro sua condenação estaria certa, o que de fato ocorreu.

O ex-presidente se disse indignado pela sentença, pois no processo não havia prova nenhuma contra ele e que acredita na justiça. Afirma que irá recorrer a condenação e sugere processar os autores da sentença, pela mentira e por quem não cumprir com a verdade. Citou que havia participado recentemente de uma audiência e um promotor de justiça, o orientou a prestar depoimento como informante e não como testemunha, pois a testemunha teria que falar a verdade.

Lula também disse que irá se candidatar à presidência da república em 2018 e que terá que brigar com o PT para ser candidato nas próximas eleições e também terá que lutar para convencer o povo, mesmo com problemas jurídicos nas costas.

Aproveitou o espaço para acusar a Rede Globo ser a disseminadora do ódio e que o país está afundado no ódio.

Finalizou dizendo que está tomando vitamina e fazendo ginastica de manhã e somente o povo brasileiro tem o direito de decretar o seu fim.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

WordPress spam blocked by CleanTalk.